Prefeitura continua com a vacinação de idosos em suas casas

A Prefeitura de Campos do Jordão recebeu ontem (25) mais 1.700 doses de vacina contra a gripe H1N1. Desta forma, as equipes da Estratégia da Saúde da Família continuam com a vacinação dos idosos em suas casas.

O objetivo desta ação inédita é preservar as pessoas que fazem parte do grupo de risco da Covid-19. Hoje (26), o foco da campanha foram os idosos que estão em asilos e os acamados, ou em situação mais vulnerável. Foram feitas vacinas em três asilos e amanhã será feita no quarto e último.

A estratégia da Secretaria de Saúde está sendo vacinar os idosos com idade mais avançada e acamados, decrescendo até 60 anos, conforme os lotes de vacinas forem enviados. Mas todos serão vacinados, até o final da campanha. Lembrando que a vacina aplicada é contra o vírus H1N1. A vacina que está sendo aplicada não tem eficácia para a COVID-19.

As unidades de saúde já contam com um mapeamento dos idosos moradores na cidade. Quem tiver dúvidas ou precisar atualizar seu endereço ou até mesmo avisar que está em outro endereço durante estes dias deve entrar em contato com a Unidade de Saúde, mais próxima de suas casas. A expectativa é vacinar, em Campos do Jordão, cerca de 11 mil pessoas até o término da campanha em maio, destes, 4 mil são idosos.

Grávidas em qualquer período gestacional serão atendidas e vacinadas a partir do dia 9 de maio, de acordo com a fase da campanha. Estas devem comparecer às Unidades de Saúde, no período da tarde. O atendimento pela manhã é para pacientes sintomáticos de gripe.

A Campanha de Vacinação neste ano acontece em 3 etapas:
• Primeira (início 23/03): destinada a pessoas com mais de 60 anos e profissionais da saúde;
• Segunda (início 16/04): doentes crônicos, professores da rede pública e privada e profissionais de segurança e salvamento;
• Terceira e última (início 09/05 até 22/05): crianças de 6 meses a 5 anos, gestantes, mães no pós-parto de até 45 dias, população indígena e pessoas de 55 a 59 anos.
O secretário de saúde, reforça que é importante que todos os grupos de risco sejam vacinados, no período certo.
“É importante ressaltar essa obediência às datas para cada fase, pois o município não receberá a quantidade total de vacina de uma única vez. A medida também tem fim de evitar aglomerações e manter maior controle das aplicações”, afirma o Secretário Municipal de Saúde, Márcio Stievano.

#fiqueemcasa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: