Flexibilização em Campos do Jordão será gradual, com compromisso dos empreendimentos em cumprir protocolos

O prefeito de Campos do Jordão, Fred Guidoni, anunciou, na tarde desta sexta-feira (29) o plano de retomada econômica da cidade.

A retomada gradual começará com abertura restrita do comércio, durante 4 horas diárias de segunda a sexta-feira (das 9h às 13h)

Hotéis e Pousadas poderão funcionar, nesta primeira fase (de 1 a 8 de junho) desde que respeitada a capacidade de 20% de ocupação dos leitos, o controle sanitário de funcionários, com fornecimento de máscaras e demais equipamentos de proteção pessoal.

“Esta é um período de adequação aos novos protocolos e treinamento das equipes, para a próxima fase”, explica o prefeito Fred Guidoni.

Porém, cada proprietário do serviço ou comércio autorizado, terá que assumir o compromisso de seguir regras determinadas nos protocolos.

Os protocolos por segmentos foram aprovados no dia 29, pelo Comitê de Gestão Estratégica de Riscos que é formado por integrantes da Sociedade Civil representativa dos hotéis, comércios, bares, restaurantes, engenheiros e advogados, além de membros do poder público.

O documento de adesão, bem como os protocolos serão disponibilizados on-line no portal da Prefeitura, até segunda-feira.

A adesão deverá ser impressa, assinada e devolvido à Prefeitura. O documento também poderá ser colocado visível nos estabelecimentos que forem autorizados a reabrir.

Em transmissão ao vivo, o prefeito Fred Guidoni afirmou que esta é a primeira fase do programa de flexibilização. A proposta é que no dia 8 seja feita uma nova avaliação, com base no distanciamento social, no cumprimento das regras, nos casos de covid-19 e ocupação hospitalar.

Se tudo estiver correto, com base nos estudos científicos, a intenção é gradualmente aumentar a abertura.

O prefeito destacou que a reabertura será controlada, parcial, restrita e com limitações que deverão ser seguidas pelos comerciantes autorizados a voltar a funcionar.

De olho em Julho

A abertura proposta agora, atende aos parâmetros estabelecidos pelo governo Estadual, incluindo o de limitação de 20% da capacidade de atendimento. Segundo o prefeito, o que se espera é que a cidade se una para entrar, no mês de Julho, alta temporada em Campos do Jordão, com restaurantes, bares e atrativos abertos.

“Este será um esforço de todos. Será com a união das pessoas, no respeito às regras, que iremos conduzir a cidade para uma abertura segura e responsável, preservando vidas e protegendo a nossa população”, disse o prefeito.

Ocupação hospitalar

Campos do Jordão reúne os quesitos básicos para a abertura porque fez a sua lição de casa: conta com estudo científico ( parceria com a USP); tem leitos dedicados à covid-19 e 3 leitos prontos de UTI; aumentou a testagem com testes rápidos e PCR, com a parceria com o hospital Sírio Libanês, via Fundação Lia Maria Aguiar e, sobretudo, tem controlado a contaminação da cidade.

O sistema de bloqueio implantado, tem mantido as pessoas com a doença e os suspeitos em isolamento domiciliar. Com este controle e oferecendo acesso à saúde, o resultado é que no momento não há nenhuma pessoa internada na cidade com suspeita, ou com a doença.

Na região, onde a referência para Campos do Jordão é Taubaté, a ocupação em UTI está em 33,33%.

“É o sucesso do conjunto de ações tomadas que nos permite iniciar a reabertura, de maneira lenta, gradual, mas segura. Estamos no caminho da legalidade e fazendo as coisas com muita prudência”, frisou o prefeito, pedindo a colaboração dos comerciantes e proprietários de hotéis e pousadas e explicando que a “quarentena consciente” foi planejada “com toda responsabilidade possível, dentro de critérios técnicos e científicos e dividindo a responsabilidade com toda a população”.

Lei dá subsídio aos protocolos

Lei dá subsídio aos protocolos
Numa ação inédita na região, Campos do Jordão agora conta com uma lei para controle de pandemias.

A Lei aprovada nesta sexta (29) pela Câmara Municipal e já sancionada pelo Prefeito Fred Guidoni, cria um sistema de atuação conjunta
do sistema de saúde e também define regras para quem descumprir o estabelecido pelo poder público no caso de eventos de saúde pública como pandemias e outros.

“Com a lei, nós estamos amparados com um suporte legal, que nos permitirá uma melhor fiscalização e proteção das pessoas, diante de riscos oriundos de uma pandemia como esta”, afirma o prefeito Fred Guidoni.

acesse a íntegra da lei em https://bit.ly/2XeTEBF

3 comentários em “Flexibilização em Campos do Jordão será gradual, com compromisso dos empreendimentos em cumprir protocolos

  1. Parabens ao nosso Prefeito fi co muito feliz da nossa cidade poder voltar aos poucos como era antes.para os comerciantes muito sucesso.que Deus os proteja

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: