Campos do Jordão tem uma morte suspeita para Covid-19, em investigação

A cidade, que registrou nesta semana duas mortes já confirmadas para a doença, investiga mais um óbito. Trata-se de um senhor de 54 anos, morador da Vila Britânia. Ele não estava na listagem de suspeitos e foi hospitalizado diretamente em Taubaté, onde faleceu no último dia 8. A notificação chegou somente no início da noite de ontem.  À família e amigos a Prefeitura presta os seus sentimentos e solidariedade.

Em Campos do Jordão e na Região, o número de casos, de hospitalização e de mortes vêm aumentando. O aumento de mortes foi de 28% em toda a região. A preocupação é que a região não aumente os casos e tenha que voltar para a fase vermelha, como aconteceu com a região de Campinas, na semana passada. Se isto acontecer, só poderão manter-se abertos o comércio essencial, como supermercados e farmácias.

Hoje são 211 pacientes confirmados com a doença. Em que pese o maior número de testes, a taxa de contaminação avançou com a abertura proposta na fase laranja.

Novo Caso registrado
O novo caso registrado é de uma jovem de 20 anos, moradora do bairro da Campista. Este é o 5° caso naquele bairro.

O número de pacientes internados diminuiu, bem como a ocupação na UTI. Hoje são 8 pacientes hospitalizados, sendo que apenas dois estão em UTI. Os demais que estavam em unidades de tratamento intensivo, tiveram alta e continuam a recuperação no hospital. Também há dois pacientes com suspeita da doença no São Camilo e dois pacientes com a doença, no Hospital Municipal do Complexo Municipal de Saúde.

O número de casos suspeitos, porém, aumentou. Agora são 189 pessoas que aguardam a melhor data para fazer o exame.

Taxa de letalidade aumentou

Durante mais de 40 dias, a cidade tinha uma das menores taxas de letalidade da região, em torno de 0,64%. Esta taxa que é resultado do número de positivos e de mortes,  passou agora para 1, 42%. Mas, felizmente, ainda está muito abaixo da taxa de letalidade no Estado de São Paulo, onde a taxa de letalidade é de 4,2%.

O mês de Junho foi o com maior casos até o momento. Entre os dias 21 de março (data do fechamento do comércio e hotéis) e 28 de Maio (data da abertura do comércio não essencial e hotéis), a cidade contava com 30 casos confirmados para a doença e uma morte.

Desde o dia 28 de maio até esta sexta, 10 de julho, o número de contaminados aumentou para 211, um aumento de mais de 600%, com mais dois óbitos para a doença e 1 morte em investigação.

Mais exames

Há que se levar em conta, no aumento dos casos, porém, o número de exames e testes realizados. Até o dia 31 de Maio, a cidade só havia testado 277 pessoas. Com a mudança de protocolo, a compra de testes rápidos e a parceria com a Fundação Lia Maria Aguiar, hoje a cidade já testou 1.477 pessoas. Equivale dizer que 2,7% da população já foi testada. Um número muito maior do que a maioria das cidades do Vale do Paraíba.
1.291 pessoas testaram negativo para a doença.

Dentre os exames feitos, cerca de 400 foram em parceria com a Fundação Lia Maria Aguiar. Os demais foram testes rápidos, ou testes feitos pelo Instituto Adolfo Lutz.  Com mais testes, a cidade também tem maior controle sobre o número real de contaminados e consegue ter maior controle dos casos positivos evitando o aumento do contágio.

Confira a evolução dos casos
Em gráficos, a Prefeitura de Campos do Jordão demonstra a 35evolução de casos, dia a dia. Acesse os gráficos em: https://bit.ly/covidcamposdojordao

Para saber os dados da região, acesse: https://ciis.fmrp.usp.br/covid19/monitoramento-codivap/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: