Prefeitura inclui novos grupos para vacinação contra a Covid-19. Cadastramento será feito pelo WhatsApp dos Postos de Saúde

Na próxima semana, a Secretaria Municipal de Saúde, acompanhando o cronograma do Governo do Estado de São Paulo e começa a vacinar também grávidas e puérperas (até 45 dias após o parto) com comorbidades e pessoas com idades entre 55 a 59 anos com doenças crônicas (veja abaixo a lista completa de comorbidades definida pelo Ministério da Saúde), além de deficientes permanentes, também com idades entre 55 e 59 anos.

Para receber as doses, qualquer pessoa com comorbidades e que integre os grupos anunciados deve se cadastrar para fazer a vacinação pelo WhatsApp do Posto de Saúde. Os números são fixos, mas funcionam como telefones e também estão cadastrados no WhatsApp (veja lista abaixo). Assim que as vacinas chegarem, as pessoas já cadastradas serão informadas do dia, local e horário para receber a vacina.

Confira como fica a vacinação na próxima semana:
Segunda-feira (10): maiores de 18 anos que tenham Síndrome de Down, Pacientes renais em tratamento de hemodiálise e transplantados que utilizam imunossupressores.

Terça-feira (11): começa a vacinação das gestantes e puérperas com idade acima de 18 anos e com comorbidades. A partir dessa data, também serão imunizadas as pessoas com deficiência permanente que têm entre 55 e 59 anos e recebem benefício de prestação continuada da assistência social, o BPC.

A partir do dia 12 de maio, doses serão ofertadas às pessoas nesta mesma faixa etária (55 a 59) que possuem uma ou mais comorbidades definidas pelo Ministério da Saúde.

Importante:
Continuam a ser ministradas todas as doses já agendadas. Idosos que por algum motivo não tenham agendado a vacinação, ou que tenham faltado no dia da primeira ou segunda dose, também devem enviar mensagem aos Postos de Saúde. A vacina será aplicada, na medida em que novas doses chegarem e todos serão avisados.

Orientações e requisitos para vacinação dos novos grupos:

No momento da vacina, as pessoas devem apresentar comprovante da condição de risco por meio de exames, receitas, relatório ou prescrição médica informando qual patologia é portador. Os cadastros previamente existentes no Postos de Saúde também serão utilizados.

Esta orientação vale tanto para as pessoas na faixa etária de 55 a 59 anos, quanto para as pessoas com Down, em hemodiálise e transplantados – para este último grupo, é também recomendável a apresentação de receita médica do medicamento imunossupressor em utilização pelo paciente.

As grávidas em qualquer período gestacional deverão também apresentar comprovante de acompanhamento e/ou pré-natal ou laudo médico, além do comprovante de comorbidade. As puérperas, ou seja, as mulheres que deram à luz nos últimos 45 dias, podem utilizar a declaração de nascimento da criança.

Já as pessoas com deficiência permanente precisam apresentar o comprovante do recebimento do Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social (BPC).

Relação de comorbidades definidas pelo Ministério da Saúde:

•             Doenças Cardiovasculares

•             Insuficiência cardíaca (IC)

•             Cor-pulmonale (alteração no ventrículo direito) e Hipertensão pulmonar

•             Cardiopatia hipertensiva

•             Síndromes coronarianas

•             Valvopatias

•             Miocardiopatias e Pericardiopatias

•             Doença da Aorta, dos Grandes Vasos e Fístulas arteriovenosas

•             Arritmias cardíacas

•             Cardiopatias congênitas no adulto

•             Próteses valvares e dispositivos cardíacos implantados

•             Diabetes mellitus

•             Pneumopatias crônicas graves

•             Hipertensão arterial resistente (HAR)

•             Hipertensão arterial – estágio 3

•             Hipertensão arterial – estágios 1 e 2 com lesão e órgão-alvo e/ou comorbidade

•             Doença Cerebrovascular

•             Doença renal crônica

•             Imunossuprimidos (transplantados; pessoas vivendo com HIV; doenças reumáticas em uso de corticoides; pessoas com câncer).

•             Anemia falciforme e talassemia maior (hemoglobinopatias graves)

•             Obesidade mórbida

•          Cirrose hepática

Confira os telefones para agendamento de vacina nos Postos:


Confira os telefones:
Área01 ESF Abernéssia (Rua Taubaté,130. Fracalanza).
Telefone: 12 3664 4051

Área02 ESF Vila Santo Antônio (Rua Egídio Di Biase,20).
Telefone: 12 3664 6352

Área03 ESF Santa Cruz (Av. Matheus da Costa Pinto, 1000).
Telefone 3664 6200

Área04 ESF – Vila Claudia (Rua São Cristóvão, 95).
Telefone: 12 3664 1461

Área05 ESF Vila Albertina (Av. Tassaburo Yamaguchi, 1221).
Telefone: 12 3664 6324

Área06 UBS Jardim Márcia (Rua Valdemar Candido da Silva s/n)
Telefone: 12 3662 6229

Área07 ESF Vila Britânia (Av. Escócia,380).
Telefone: 12 3664 3143

ESF 08 ESF Vila Sodipe (Rua Sebastião Aparecido Cesar, 231).
Telefone: 12 3664 6450

ESF09 ESF Recanto Feliz (Rua Benigno Ribeiro, 46).
Telefone: 12- 3663-5101

Área 10 UBS  Monte Carlo (Rua Monte Olímpio, S/N).
Telefone: 12 3662 3738

Área 11 UBS  Zona Rural. (Campista/Mellos/Matadouro/AltoBoa Vista/Barrados/Vila Siomara).
Telefone 12 3664 5292

Área 12 ESF Vila Nadir (Rua Benedito Lourenço,155-Jaguaribe).
Telefone 12 3663 3461

Área 13 ESF Vila Suíça (Rua Inácio Caetano,905 Abernéssia).
Telefone 12 3663 7366

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: