Nota Oficial sobre a Manifestação

A Prefeitura de Campos do Jordão, se pauta pelo princípio de que toda manifestação é um direito do cidadão e respeita, democraticamente, a pluralidade de opiniões

Mas informa que se mantém firme, no propósito de salvar vidas e neste momento não pode deixar de lamentar a aglomeração, na tarde desta quarta-feira, que pode ter contaminado ainda mais pessoas

A cidade, bem como a região, vem sentindo os efeitos da pandemia, que teve um grande incremento no número de casos e mortes, no último mês

Em Campos do Jordão, 30% de todos os óbitos registrados durante toda a pandemia, aconteceram nos últimos 30 dias

Foram 23 óbitos, de um total de 68 mortes registradas a partir de abril do ano passado. O número de pessoas contaminadas também passou de 1.877 para 2.792, um aumento de 915 casos, o que equivale também a mais de 32% de todos os contaminados

Diante desta grave crise de saúde pública, a Prefeitura segue a recomendação do Governo do Estado e do Ministério Público Estadual e age para preservar vidas

Este é um novo momento

A fase vermelha tem data para terminar e temos agora a esperança que chega com a vacina. É preciso um pouco mais de paciência e deixar de lado, os arroubos eleitorais, expresso pela presença de candidatos derrotados à última eleição, na manifestação

Estamos a um passo de vencer esta luta. Mas para chegarmos lá é preciso união, que cada um faça a sua parte e acima de tudo, que haja respeito à vida, o nosso bem maior

Desta forma informamos que a fase vermelha continua, bem como a fiscalização e as barreiras sanitárias, que voltarão a ser instaladas, no fim de semana na entrada da cidade

Covid-19: Cidade registra 18 novos casos nesta quarta-feira e mais um óbito

Boletim Epidemiológico divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde confirma, nesta quarta-feira (27) 18 novos casos de Covid -19 e mais um óbito: uma senhora de 86 anos que estava hospitalizada em UTI.

Aos familiares e amigos os nossos sentimentos e solidariedade.

Alta Mortalidade nos últimos 30 dias

A cidade registrou até o momento 68 óbitos por Covid-19. Dados da Secretaria Municipal de Saúde demonstram um alto índice de mortalidade registrado no primeiro mês de 2.021: São 18 óbitos para Covid-19 acontecidos somente neste mês de janeiro . A maioria idosos, mas houve também o registro de 2 óbitos de pessoas com menos de 60 anos .

Se contabilizarmos os últimos 30 dias, entre 27 de dezembro de 2.020 a 27 de Janeiro de 2.021 , o numero de mortes pelo novo coronavírus na cidade é ainda maior : foram 23 os óbitos causados pela doença , ou seja, mais de 30% do total de mortes por Covid-19 no município desde o inicio da pandemia foi registrado em 30 dias.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde demonstra a maior letalidade da infecção, neste momento e o reforço que a população deve ter nos cuidados para se evitar a contaminação

Fase Vermelha

🟥 Diante do crescimento de casos positivos e óbitos, o Governo do Estado anunciou na última sexta-feira (22) novas regras para o combate ao coronavírus com a regressão a Região Metropolitana do Vale do Paraíba para a fase vermelha entre os dias 25 de Janeiro, e 7 de fevereiro.

🚫 Nestes dias, apenas as atividades consideradas essenciais estão permitidas. Com a nova regra, restaurantes, comércio não essencial, salões de beleza e academias, por exemplo, devem permanecer fechados nestas datas.

✅ Não há restrições para os serviços de delivery e drive thru de restaurantes.

🏨O Plano São Paulo, não implica no fechamento de hotéis e pousadas, porém, o controle e os protocolos deverão ser intensificados e devem ser respeitada a forma de funcionamento condizente com a fase vermelha, do referido plano.

A Prefeitura reforça que o isolamento social, as medidas de higiene e de etiqueta respiratória são fundamentais no combate ao novo coronavírus. Lave sempre as mãos, use álcool em gel e máscara o tempo todo. Só saia de casa se for necessário.

Casos de hoje

Com mais 18 novos contaminados, Campos do Jordão registra 2.792 casos da doença desde o inicio da pandemia .

O número de pacientes internados diminuiu: Hoje são 10 pacientes com a doença confirmada , dos quais 4 em UTI ( Unidade de Tratamento Intensivo) e 3 com suspeita aguardando resultado de exame.

Hoje 453 pacientes com suspeita da doença aguardam resultado de exames . Destes 450 estão em isolamento domiciliar e 3 encontram-se hospitalizados.

33 moradores tiveram o resultado do teste negativo nas ultimas 24 horas elevando o numero de pacientes negativados nesta quarta-feira para 10.422.

O número de pessoas que superaram a doença também teve aumento: foram 31 entre ontem e hoje, elevando o numero de pessoas que superaram a doença no município para 2.431.

Confira a evolução dos casos e a média móvel
A Prefeitura de Campos do Jordão demonstra, com transparência, a evolução de casos, dia a dia, desde o início da pandemia.
Acesse os gráficos em: https://bit.ly/covidcamposdojordao para acompanhar a evolução dos casos e a média móvel da semana.
Para saber os dados da região, acesse: https://ciis.fmrp.usp.br/covid19/monitoramento-codivap/

32 novos casos de Covid-19 e mais um óbito são registrados nesta terça-feira

O novo boletim Covid-19 da Secretaria Municipal de Saúde divulgado nesta terça-feira (26) mostra que mais uma pessoa morreu em decorrência da doença na cidade.

Trata-se de uma senhora de 64 anos que estava hospitalizada desde o dia 19 de janeiro, foi transferida para São José dos Campos e, infelizmente, veio a óbito nesta segunda-feira, dia 25. Este é o segundo óbito em decorrência da doença nesta semana.

Com mais esta morte, agora são 67 os óbitos para Covid-19 na cidade.

A Prefeitura de Campos do Jordão manifesta os seus sentimentos e a sua solidariedade aos familiares e amigos

O Boletim da Vigilância Epidemiológica informa ainda que mais 32 pessoas testaram positivo para o novo coronavírus nas últimas 24 horas. São 20 mulheres e 12 homens. 31 estão em isolamento domiciliar e 1 já está curado. Com isso, há um total de 2.774 pessoas que testaram positivo para a doença desde o início da pandemia.

Hoje são 11 os pacientes internados com Covid-19, sendo que 5 deles estão em Unidade de Tratamento Intensivo (UTI). Também há outros 3 pacientes com suspeita da doença que encontram-se hospitalizados.

A cidade conta hoje com 423 pessoas com suspeita de terem contraído Covid-19. Destes, 420 estão em isolamento domiciliar e 3 hospitalizados.

Mais 28 moradores da cidade estão curados, totalizando nesta terça-feira 2.400 pessoas que superaram a doença.

O número de pacientes testados que tiveram resultado negativo no exame teve nova elevação. Foram 87 nas últimas 24 horas. Agora, são 10.386 as pessoas que tiveram a doença descartada no município.

A Prefeitura reforça que o isolamento social, as medidas de higiene e de etiqueta respiratória são fundamentais no combate ao novo coronavírus. Lave sempre as mãos, use álcool em gel e máscara o tempo todo. Só saia de casa se for necessário.

Confira a evolução dos casos e a média móvel
A Prefeitura de Campos do Jordão demonstra, com transparência, a evolução de casos, dia a dia, desde o início da pandemia.
Acesse os gráficos em: https://bit.ly/covidcamposdojordao para acompanhar a evolução dos casos e a média móvel da semana.
Para saber os dados da região, acesse: https://ciis.fmrp.usp.br/covid19/monitoramento-codivap/

Covid-19:Campos do Jordão registra 35 novos casos e 1 óbito no fim de semana

O óbito registrado é de uma senhora de 78 anos que estava internada e infelizmente, e veio a falecer neste domingo 24 de Janeiro .

Com mais esta morte, agora são 66 os óbitos para o novo coronavírus na cidade. Um óbito que estava sob suspeita foi descartado.

A Administração Municipal lamenta a morte e se solidariza com os familiares e amigos.

“Vivemos um momento muito difícil, mas vai passar, agora que temos a esperança da vacina. Mas até que todos sejam vacinados, peço que todos se protejam e se preservem. Não saiam de casa se não houver necessidade, usem máscaras e lavem sempre as mãos. Unidos vamos vencer este grande desafio”, disse o prefeito Marcelo Padovan.

Novos casos

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde foram registrados 35 novos casos no fim de semana na cidade. Todos encontram-se em quarentena, em isolamento domiciliar.

Nesta segunda-feira são 14 os pacientes hospitalizados, com Covid-19, sendo que 4 estão em Unidade de Tratamento Intensivo . Há ainda 2 pacientes internados com suspeita da doença .

Com mais estes casos, são 2.742 pessoas que moram em Campos do Jordão que foram contaminadas pelo novo Coronavírus, desde o início da pandemia. Destas, 290 estão em isolamento domiciliar, sendo acompanhados pelas equipes da Secretaria Municipal de Saúde.

São 438 pessoas com a suspeita do doença aguardando resultado, ou o melhor dia para fazer os exames. Destes, 436 estão e isolamento domiciliar e 2 pacientes encontram-se hospitalizados.

Mais 33 pessoas estão curadas de Covid-19 e o número de moradores que superaram a doença, passou , nesta segunda-feira, para 2.372

Até o momento 10.299 pessoas testaram negativo para a Covid-19, na cidade.

Todo os pacientes que testaram positivo e os casos suspeitos, assim como seus comunicantes, estão sendo monitorados pelas equipes da Secretaria Municipal da Saúde.

Confira a evolução dos casos e a média móvel
A Prefeitura de Campos do Jordão demonstra, com transparência, a evolução de casos, dia a dia, desde o início da pandemia.
Acesse os gráficos em: https://bit.ly/covidcamposdojordao para acompanhar a evolução dos casos e a média móvel da semana.
Para saber os dados da região, acesse: https://ciis.fmrp.usp.br/covid19/monitoramento-codivap/

Novo Decreto determina a abertura somente de serviços essenciais, a partir de amanhã (25)

A Prefeitura de Campos do Jordão publicou neste domingo, no Diário Oficial do Município, as novas regras da fase vermelha, na cidade, que passam a vigorar a partir desta segunda-feira, 25 de janeiro, até o dia 7 de fevereiro.

A fase vermelha na região de Taubaté é uma determinação do Decreto Estadual publicado no último sábado (23), quando da reclassificação do Plano São Paulo, anunciada na última sexta-feira (22).

Em linhas gerais, o Decreto Municipal traz algumas mudanças, além do já noticiado, para os hotéis e as igrejas.

Os hotéis, deverão trabalhar com 60% de ocupação, desde que cumpridos os protocolos.

As igrejas, enquanto vigorar a fase vermelha, deverão operar com 40% da ocupação e também cumprir os protocolos específicos.

A Prefeitura também determinou que a venda de bebidas alcoólicas, em qualquer estabelecimento, está proibida das 20h até as 6h da manhã, acompanhando o Decreto Estadual.

As aulas na rede municipal permanecem suspensas. As escolas da rede particular, devem seguir as diretrizes do Plano São Paulo e respeitar os protocolos.

Na fase vermelha, somente atividades essenciais — como supermercados, frutarias e padarias ( sem consumo local) e farmácias — poderão funcionar. Lanchonetes, restaurantes e similares poderão trabalhar apenas com sistema de delivery e drive-thru. O mesmo vale para o comércio e demais estabelecimentos.

O sistema take away (retirada a pé na porta do estabelecimento) está proibido pela Justiça, na cidade, estando o estabelecimento sujeito à fiscalização municipal e do Ministério Público.

“Este é um momento novo e muito diferente do vivenciado em março do ano passado, quando do fechamento dos serviços não essenciais. Naquele momento não havia prazo e não sabíamos o que poderia acontecer. Agora temos vacina e com ela esperança. Este é um momento que exige esforço de todos. Tudo isso vai passar. O que precisamos, agora, é frear a contaminação e assim preservar vidas”, disse o prefeito.

A Prefeitura volta a pedir a colaboração de toda a sociedade para reforçar o distanciamento social e evitar aglomerações ou reuniões sociais. O uso de máscaras e higiene frequente das mãos é fundamental.

Abaixo as atividades essenciais previstas nos Decretos Municipais 8.106 e 8126.

O que pode funcionar:
I – farmácias e estabelecimentos que comercializem materiais médicos;
II – hipermercados, supermercados, mercados, feiras livres, açougues, peixarias, hortifrutigranjeiros, quitandas e centros de abastecimento de alimentos;
III – lojas de conveniência;
IV – lojas de venda de alimentação para animais;
V – distribuidores de gás;
VI – lojas de venda de água mineral;
VII – padarias;
VIII – postos de combustível;
IX – mercado municipal
X – hospitais, laboratórios de análises, consultórios e clínicas em geral, excetuadas as de estética;
XI – clínicas veterinárias e petshops;
XII – transporte público, taxis e aplicativos de transporte;
XIII – transportadoras e armazéns;
XIV – bancas de jornais;
XV – serviços de acesso, instalação ou utilização de internet, TV por assinatura e antenas parabólicas;
XVI – serviços de segurança privada;
XVII – serviços de comunicação social, inclusive eletrônica, executada por empresas jornalísticas e de radiodifusão sonora e de sons e imagens;
XVIII – oficinas de veículos automotores;
XIX – lojas óticas;
XX – lavanderias e serviços de limpeza;
XXI – lojas de materiais de construção;

A íntegra do Decreto 8.228, de 24 de Janeiro de 2021, pode ser acessado aqui
Mais informações sobre os protocolos de funcionamento você obtém aqui:
Acesso aos Decretos e Leis editadas no período da Pandemia, você tem aqui:

Campos do Jordão volta para a fase vermelha do Plano São Paulo, a partir de segunda-feira

A partir do dia 25, segunda-feira, só poderão abrir os comércios essenciais. Medida vale até o dia 7 de fevereiro

O Governador João Doria anunciou novas restrições para conter o aumento de casos, internações e mortes em decorrência do coronavírus. A partir de segunda-feira (25), as cidades da região de Taubaté e outras seis regiões estarão na fase vermelha do Plano São Paulo, com fechamento de comércios, restaurantes e serviços não essenciais. As demais regiões ficarão na etapa laranja, mas com as mesmas restrições de funcionamento da fase vermelha em dias úteis, após as 20h, e integralmente aos finais de semana e feriados.

As medidas vão vigorar até o dia 7 de fevereiro. Até lá, nenhuma região poderá avançar às fases amarela e verde, as mais flexíveis em relação ao atendimento presencial. “Antes que milhões de brasileiros possam ser vacinados, todos nós precisamos lidar com a dura realidade que a pandemia nos impõe neste momento”, afirmou o Governador João Doria.

As medidas foram recomendadas por cientistas e médicos do Centro de Contingência do Coronavírus. O grupo de especialistas orienta e aconselha as autoridades estaduais com base em índices epidemiológicos e hospitalares desde a confirmação do primeiro caso no Brasil, há quase 11 meses.

Como fica na cidade

Em Campos do Jordão, o prefeito Marcelo Padovan editará novo Decreto, tão logo saia a publicação do Decreto do Estado de Paulo.

“Este é um momento novo e muito diferente do vivenciado em março do ano passado, quando do fechamento dos serviços não essenciais. Naquele momento não havia prazo e não sabíamos o que poderia acontecer. Agora temos vacina e com ela esperança. Este é um momento que exige esforço de todos. Tudo isso vai passar. O que precisamos, agora, é frear a contaminação e assim preservar vidas”, disse o prefeito.

A Prefeitura volta a pedir a colaboração de toda a sociedade para reforçar o distanciamento social e evitar aglomerações ou reuniões sociais. O uso de máscaras e higiene frequente das mãos é fundamental.

Na fase vermelha, só é permitido o funcionamento normal em setores essenciais como farmácias, mercados, padarias, lojas de conveniência, bancas de jornal, postos de combustíveis, lavanderias, oficinas, lojas de material de construção e hotelaria. Demais comércios e serviços não essenciais só podem atender com drive-thru e entregas nas residências, por telefone ou aplicativos.

A venda de bebidas alcoólicas no comércio varejista só pode ocorrer entre 6h e 20h.

Todos os protocolos sanitários e de segurança continuam a disposição para os setores econômicos no site da prefeitura em: http://camposdojordao.sp.gov.br/transparencia/Protocolos-Covid/ e devem ser cumpridos com rigor.

Cidade registra nesta sexta-feira, mais 34 novos casos de Covid-19 e 2 óbitos

O Boletim Epidemiológico desta sexta-feira (22) traz a confirmação de mais 34 pessoas contaminadas com o novo coronavírus em Campos do Jordão e, infelizmente, mais dois óbitos.

As vitimas são 1 homem de 56 anos que estava hospitalizado desde a semana passada e um senhor de 88 anos, do Asilo Nossa Senhora das Mercês que estava internado, desde o início do ano. Este é o terceiro óbito registrado na instituição, sendo 2 nesta semana.

Até esta sexta-feira são 65 os óbitos confirmados para a doença na cidade que tem ainda 1 óbito em investigação.

Janeiro de 2021 é o mês com maior numero de mortes por Covid-19 no município, desde o início da pandemia do novo coronavírus: foram 14 óbitos em 22 dias, sendo 11 homens e 3 mulheres, a maioria idosos.

A Prefeitura de Campos do Jordão manifesta os seus sentimentos e a sua solidariedade aos familiares e amigos

Com mais 34 casos confirmados hoje, a cidade conta agora com 2.707 pessoas contaminadas pelo novo coronavírus.

Deste total, 2.339 já superaram a doença, 289 permanecem em isolamento domiciliar e 14 estão hospitalizados, sendo 7 em UTIs.

Outras 428 pessoas, com sintomas de Covid-19, aguardam resultado ou o melhor dia para fazer exame. Destas 426 estão em isolamento domiciliar e 2 estão estão hospitalizadas,. Há ainda 1 óbito suspeito.

Até o momento 10.206 pessoas testaram negativo para a Covid-19, na cidade.

Prefeitura de Campos do Jordão inicia vacinação de profissionais da saúde no Complexo Municipal de Saúde

A Prefeitura de Campos do Jordão deu início, nesta sexta-feira, dia 22, à vacinação contra a Covid-19. Os primeiros a serem vacinados estão sendo os profissionais de saúde, que atuam na linha de frente do combate à doença. A cidade recebeu, neste primeiro lote, 640 doses da vacina Coronavac, desenvolvida pelo Instituto Butantan.

A cerimônia que marcou o início da vacinação aconteceu no auditório do Complexo Municipal de Saúde e contou com a presença do Prefeito Marcelo Padovan, o vice Caê, o Secretário de Saúde Marcus Vinícius e o Presidente da Câmara vereador Cláudio Adão.

Também participaram da cerimônia o ex-secretário de saúde Marcio Stievano e o ex-presidente da Câmara Filipe Cintra.

O prefeito lembrou a importância de todos os profissionais de saúde que há 10 meses estão numa batalha diária, contra a Covid-19. Agradeceu e parabenizou o médico Márcio Stievano e disse que a sua presença, naquele momento histórico, é um reconhecimento ao trabalho realizado e estendeu os cumprimentos ao ex-presidente da Câmara, Filipe Cintra e ao ex-prefeito Fred Guidoni. “Vocês enfrentaram algo sobre o qual não se tinha conhecimento e foram firmes, preservaram vidas. Nada mais justo que estarem aqui, neste momento em que celebramos a esperança”, disse o prefeito.

Marcio Stievano, agradeceu ao convite e disse que aquele momento é um marco histórico, a esperança de lutar contra este vírus para começarmos uma vida normal. “Agradeço ao secretário Marcus Vinícius, que me sucede e fiquei muito honrado com o convite para estar aqui hoje, em nome de toda a equipe. É um reconhecimento de todo o trabalho de saúde feito no ano passado. Agradeço muito e para mim é um honra estar aqui”, disse.

Prefeito Marcelo Padovan

“Gostaria de dizer que hoje é um dia de festa. Mas não é. Em respeito as pessoas que perderam suas vidas, ao logo da pandemia, não é um dia festa. Hoje é um dia em que renovamos a esperança, em que renovamos as nossas expectativas de vida. É isso que estamos fazendo aqui”, disse.

O prefeito também agradeceu aos profissionais de saúde e ao Secretário Marcus Vinícius que estabeleceram, num tempo recorde, um plano exequível de vacinação, que será cumprido e executado. “Vocês que levarão a vacina para todos, levarão mais que vacina e ciência. Vocês são portadores da vida e da esperança”, disse o prefeito, se referindo aos profissionais que trabalharão na vacinação.

Agradecimentos ao Governador

O prefeito Marcelo Padovan e o vice-prefeito Caê agradeceram ao Governador João Doria. “Nós devemos este momento de esperança, ao governador João Doria. Como bom gestor, ele insistiu, investiu na ciência e foi a sua coragem, o seu planejamento, que fez com que a vacina chegasse aqui e a todo Brasil. Obrigado Governador”, disse o prefeito.

Caê lembrou a luta do governador, para que saíssemos vitoriosos. “Se não fosse o governo do Estado, não estaríamos vivendo este momento”, disse o vice-prefeito.

Caê também lembrou das famílias e dos amigos que estão lutando contra a doença e disse que este é um dia de esperança. “Somos uma cidade pequena. Aqui todo mundo conhece todo mundo e sabemos quantas pessoas estão sofrendo. A palavra de hoje é esperança. Campos do Jordão vai vencer, o Brasil vai vencer e este momento vai passar. A vitória contra a doença, começa hoje”, disse.

O secretário de Saúde Marcus Vinícius alertou a importância de continuar a prevenção. “Hoje é um dia histórico, para a saúde, para a cidade. É um dia de bastante confiança, porque começamos a vacinação. É um dia também para refletirmos sobre o respeito. O respeito a saúde, a saúde do próximo e a nossa própria saúde. A vacina não vai resolver todos os problemas de imediato, nós ainda precisamos das medidas protetivas, de distanciamento, de proteção de uso de máscara. A vacina vem como uma esperança para o fim da pandemia, mas ainda é tempo de prevenção”, disse.

O presidente da Câmara Cláudio Adão, disse que o momento marca o início da esperança de dias melhores. “É com esta vacina que vamos chegar ao fim da pandemia. Que Deus abençoe o Brasil e Campos do Jordão e que esta vacina traga esperança a todos os jordanenses”, disse

Vacinação

A primeira pessoa vacinada foi a auxiliar de enfermagem Eliete de Lourdes Soares Torres. Aos 65 anos, dona Eliete, como é conhecida, há 23 anos é vacinadora da Sala de Vacina. Viúva, mãe de 7 filhos, a profissional de saúde que imunizou milhares de crianças na cidade, tornou-se um símbolo da prevenção e deu seu recado: “Estar aqui com saúde, aos 65 anos, é uma honra. Ao me vacinar estarei incentivando a todos que estão esperando para que tenham esperança e encorajando aqueles que ainda tem dúvidas. Estamos todos no mesmo barco. Temos que nos unir aos governantes e cada um fazer a sua parte. E com a ajuda de Deus e da Ciência, vamos vencer esta doença”, disse dona Eliete.

A segunda profissional a ser vacinada foi a enfermeira Maria Doroteia Xavier. Ela tem 56 anos e atua, na rede municipal há 10 anos, na Vila Sodipe, ocupando desde o início do mês, o posto de diretora do Complexo Municipal de Saúde. As vacinas foram aplicadas pela enfermeira Elisa Cristina da Silva, 41 anos, que há 19 anos atua na Sala de Vacina.

Hoje também receberam vacina, os profissionais que atuam na ala Covid-19, no Hospital Municipal. Os demais profissionais de saúde serão vacinados em seus locais de trabalho, seguindo o Plano Municipal de Imunização.

Covid-19: Campos do Jordão registra mais dois óbitos e confirma mais 44 casos

A Secretaria Municipal de Saúde, atualizou o número de casos positivos do novo coronavírus no município, para essa quinta-feira, 21 de Janeiro de 2021.

Segundo o Boletim da Vigilância Epidemiológica, a cidade contabiliza 2.673 pessoas que foram infectadas pelo novo Coronavírus. Foram 44 positivos em 24 horas e infelizmente dois óbitos: um homem de 58 anos, que estava hospitalizado desde o dia 5 de dezembro de 2020 e um senhor de  85 anos que esteve hospitalizado no São Camilo no início do ano e foi transferido para Lorena, onde faleceu.

Com os números de hoje sobe para 63 pessoas vitimadas pela Covid-19, na cidade.

A Prefeitura de Campos do Jordão presta os seus sentimentos e solidariedade aos familiares e amigos.

Internações

16 pessoas com Covid e 1 caso suspeito estão hospitalizados. Dentre eles, 6 em Unidades de Tratamento Intensivo.

Suspeitos

Em relação aos casos suspeitos, a cidade conta com 491 pessoas, dos quais 489 pessoas estão em quarentena aguardando resultado, ou o melhor dia para fazer exame, 1 está internado e 1 óbito está sendo investigados.

Casos recuperados

A cidade conta hoje com 2.301 pessoas que estão recuperadas da Covid-19. Ainda segundo o boletim, cerca de 100 suspeitas foram descartadas nas últimas 24 horas. Agora são 10.130 pessoas que tiveram resultado negativo para o novo coronavírus.

Mais testes

Ao todo, 12.803 pessoas foram testadas na cidade. Deste total, 20,87% apresentaram o resultado positivo para o novo coronavírus, o que significa que 1 em cada 5 exames, retornam com resultado positivo. Campos do Jordão já testou mais de 20% da sua população.

Confira a evolução dos casos e a média móvel
A Prefeitura de Campos do Jordão demonstra, com transparência, a evolução de casos, dia a dia, desde o início da pandemia.
Acesse os gráficos em: https://bit.ly/covidcamposdojordao para acompanhar a evolução dos casos e a média móvel da semana.
Para saber os dados da região, acesse: https://ciis.fmrp.usp.br/covid19/monitoramento-codivap/

Chegou a vacina!

Campos do Jordão acaba de receber 640 doses da Coronavac! As vacinas foram recebidas pelo prefeito Marcelo Padovan, no final da tarde desta quarta-feira, dia 20.

A cidade já conta com os insumos necessários para a aplicação das doses que serão feitas, primeiramente, para os profissionais da saúde que estão na linha de frente, no combate da doença.

Entre os profissionais, estão os que atuam no Hospital Municipal do Complexo Municipal de Saúde, no Hospital São Camilo, nos Postos de Saúde da Família, Ambulâncias e servidores das Vigilâncias Sanitária a Epidemiológica.

Os profissionais de saúde, já podem realizar o pré-cadastro para vacinação junto ao sistema VACIVIDA (https://vacinaja.sp.gov.br/), o que irá ajudar a agilizar o processo de lançamento de dados do profissional, no dia em que o mesmo receber vacina.

A estratégia da Secretaria Municipal de Saúde será a de realizar a vacinação dos profissionais de saúde, nos locais de trabalho de cada um. Os demais profissionais de saúde de outros setores, tanto da rede pública, quanto privada serão vacinados conforme as vacinas forem recebidas.

A Prefeitura havia previsto a contratação de mais 30 profissionais, para acelerar a vacinação. Porém, como houve mudança, com a requisição das doses do Butantan pelo Governo Federal, haverá redução na contratação, para compor as equipes já existentes, na medida da necessidade. No momento em que o município receber um número maior de vacinas, os demais serão contratados.